Atividades

Música

“A música é a linguagem que se traduz em formas sonoras capazes de informar e comunicar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio da organização e relacionamento expressivo entre o som e o silêncio. A música está presente em todas as culturas, nas mais diversas situações: festas e comemorações, rituais religiosos, manifestações cívicas, políticas etc. Faz parte da educação desde há muito tempo, sendo que, já na Grécia antiga, era considerada como fundamental para a formação dos futuros cidadãos, ao lado da matemática e da filosofia.

A integração entre os aspectos sensíveis, afetivos, estéticos e cognitivos, assim como a promoção de interação e comunicação social, conferem caráter significativo à linguagem musical. É uma das formas importantes de expressão humana, o que por si só justifica sua presença no contexto da educação, de um modo geral, e na educação infantil, particularmente.”

*fonte: Referencial Curricular Nacional para a educação infantil

 

Audiovisual

“O Olhar se tornou ver; o ouvir virou escutar”. (Rede Nacional de Primeira Infância. Deixa eu falar. Brasília, 2010)

Compartilhar aprendizados, des-aprendizados e re-aprendizados através de experiência coletivas com pais, crianças, professores e a comunidade, nas quais as crianças sejam consideradas sujeitos protagonistas da cena. Queremos fazer com e não para a criança.

Promover aprendizado a partir da experiência audiovisual, seja no campo do espectador, da interpretação da linguagem, seja no campo da compreensão da sua feitura, do conhecimento dos elementos técnicos.

 

Inglês

O ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras, especialmente o Inglês, tem se tornado uma tônica cada vez mais premente nos dias atuais. Diante disso, buscamos introduzir elementos que possibilitem às crianças, o contato com a língua inglesa a partir do multiverso vocabular já dominado pelas mesmas.

Dispensável enfatizar que didaticamente priorizaremos os aspectos lúdicos desse processo.

 

Capoeira

“Os desenvolvimentos físico e perceptivo têm uma grande importância para a criança, já que o corpo constitui a base orgânica na qual se assentará a personalidade infantil. O corpo é um instrumento que permite realizar os processos básicos de adaptação ao meio exterior e é o canal de comunicação com os demais seres humanos” (ARRIBAS, 2004, p.35-36) A Capoeira é uma excelente atividade física e de uma riqueza sem precedentes para ajudar na formação integral do aluno. Ela atua de maneira direta sobre os aspectos cognitivo, afetivo e psicomotor. A sua riqueza está nas várias formas de ser contemplada na escola, onde o aluno, através de sua prática ordenada, poderá assimilá-la e, assim, atuar nas linhas com as quais mais se identificar.

Uma outra questão que precisamos ressaltar sobre a capoeira, é que a mesma em seu ritual poderá desenvolver o processo de auto-organização dos educandos como base no desenvolvimento pedagógico da escola estimulando a cooperação infantil para a edificação de uma participação igualmente consciente e ativa. Entende-se que educando a criança social, física e espiritualmente, ela terá maior facilidade de inserir-se e realizar-se no seu contexto natural. Portanto, a Capoeira deve propiciar à criança oportunidades de evoluir o espírito de liberdade com responsabilidade, de adquirir os seus hábitos, seus direitos e deveres, a coragem de enfrentar os riscos e de exercer a autoridade para o bem da comunidade. Deve oportunizar ainda o espírito criativo e desenvolver aspectos de sensibilidade, para que possa analisar, sintetizar e refletir criativamente sobre os problemas que por ventura venha encontrar.

Fonte: http://berimbrasil.com.br

 

Cineclube

O diferencial da exibição é o debate. Assim, a meta será estabelecer espaços de compreensão das narrativas contadas nos filmes e seus desdobramentos. Além, de possibilitar a formação do olhar com acesso a diversidade cultural, através de repertório composto por diferentes obras, tipos (séries, curtas, médias e longas, dando preferência aos dois primeiros formatos) e narrativas (ficção, documentário, animação). A curadoria será realizada de maneira compartilhada com a Escola Cresça e Apareça, tendo o objetivo educativo como princípio norteador.

Oficinas de brinquedos ópticos (modelos simples) – objetos manuais e de construção lúdica.

Oficinas de Animação (princípios básicos) – atividades mediadas por professores e oficineiros.

Oficinas sonora – atividades que estimulem as descobertas dos sons e a construção de histórias a partir da construção de foleys, cacos e grunhidos junto com as crianças.

Oficina de narrativas audiovisuais – contar histórias através de teatro de sombras, com fragmentos de filmes e de desenhos das próprias crianças.

 

Psicomotricidade relacional

A Psicomotricidade Relacional oferece para a criança a oportunidade de resgatar, retomar ou refazer suas relações, no nível simbólico. Possibilidade de desenvolver novas estratégias de comunicação e de posicionamento na realidade.